Business2Gether
Pesquisar
Close this search box.

Pesquisa: Confira quem são os 10 canais do YouTube mais assistidos no Brasil

Imagem da página inicial do YouTube para ilustrar a pesquisa que mostra os 10 canais do YouTube mais assistidos no Brasil em 2022.

Consultamos os dados históricos do site estatístico Social Blade e apresentamos os canais com mais audiência no País atualmente. Confira a seguir!

Você sabe quais são os canais mais assistidos no YouTube? A plataforma de vídeos é uma das principais redes sociais do mundo. No Brasil, o sucesso é enorme. Em novembro de 2020, a empresa norte-americana revelou que mais de 105 milhões de brasileiros acessam a plataforma mensalmente. 

O número representa mais da metade da população no País, que contabiliza 203 milhões de habitantes, de acordo com o último Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mas vamos ao que interessa. Após revelarmos as páginas mais populares da plataforma, passamos a pesquisar, periodicamente, quais são os 10 canais do YouTube mais assistidos no Brasil atualmente (os últimos dados foram atualizados em 18/04/2024).

Os maiores canais do YouTube Brasil em 2024, em termos de audiência:

  1. Canal KondZilla (38 bilhões de views)
  2. Galinha Pintadinha (31 bilhões de views)
  3. GR6 Explode (27 bilhões de views)
  4. Maria Clara & JP (26 bilhões de views)
  5. Luccas Neto (24 bilhões de views)
  6. Marília Mendonça (19 bilhões de views)
  7. Spider Slack (18,9 bilhões de views)
  8. Mundo Bita (18 bilhões de views)
  9. Felipe Neto (17 bilhões de views)
  10. Henrique e Juliano (16 bilhões de views)

Continue a leitura e confira mais detalhes da pesquisa da B2Gether sobre os canais com mais visualizações na plataforma de vídeos.

Atenção! Se você é criador (a) de conteúdo, monetiza no YouTube e quer melhorar a rentabilidade do dinheiro que recebe em dólar do Google AdSense, clique no botão abaixo e fale com um dos nossos analistas.

Como coletamos os dados para a divulgação do ranking?

Os dados aqui apresentados foram coletados no Social Blade, site de estatísticas que reúne dados do YouTube e outras redes sociais, com o objetivo de monitorar o desempenho dos criadores de conteúdo.

Atualmente, a plataforma rastreia informações de mais de 23 milhões canais do YouTube e disponibiliza uma série de rankings, que podem ser delimitados de acordo com a categoria desejada. 

O filtro do ranking é a quantidade acumulada de visualizações que as páginas somam desde quando foram criadas. 

De forma específica, o Social Blade também mostra dados referentes aos últimos 30 dias e os ganhos estimados que os criadores de conteúdo podem receber do YouTube por mês e por ano.

Mas essas informações não passam de estimativas e não refletem os recebimentos reais. 

Os pagamentos projetados em dólar consideram as métricas que indicam a receita de anúncios: um valor de CPM (custo por mil impressões) baixo (US$ 0,25) e um valor de CPM alto (US$ 4,00).

Quais são os 10 canais do YouTube mais assistidos no Brasil em 2024?

Com base no Social Blade, apresentamos a seguir os canais com mais audiência no Brasil em 2024, até o momento, tendo como principal indicador a quantidade de visualizações dos vídeos.

Print que mostra os 10 canais do YouTube mais assistidos no Brasil em 2024, conforme pesquisa realizada feita pela B2Gether no site Social Blade.

1. Canal KondZilla

“Somos o maior canal de funk do mundo”. É assim que o canal KondZilla se apresenta a quem visita a página. Pelos números, a chamada não é uma mera estratégia de marketing, pois no Brasil o KondZilla é líder no ranking dos canais do YouTube mais assistidos no Brasil.

Criado em 2012, o canal acumula mais de 38 bilhões de visualizações e mais de 67 milhões de inscritos. Trata-se, realmente, de um verdadeiro sucesso.

2. Galinha Pintadinha

O canal da Galinha Pintatinha vem quebrando o monopólio do funk nas últimas listas, desde que passou o GR6 Explode, se tornando o segundo do YouTube mais assistido no País. Com mais de 31 bilhões de visualizações, a página é o xodó de crianças e papais que se aventuram pelo YouTube.

O canal foi criado em 2006 e conta com mais de 35 milhões de inscritos.

3. GR6 Explode

O terceiro maior canal do YouTube no Brasil em matéria de audiência é de funk. O GR6 Explode iniciou sua jornada em 2014 e, em quase nove anos, soma mais de 27 bilhões de visualizações e 40 milhões de inscritos.

Pertencente ao Grupo GR6, o canal encanta o público com videoclipes que o tornaram um dos principais nomes na indústria do entretenimento brasileiro.

4. Maria Clara & JP

Os irmãos Maria Clara e JP estão no YouTube desde 2015 e seus vídeos continuam fazendo muito sucesso. O canal ocupa a quarta posição nacional em audiência, somando mais de 26 bilhões de visualizações ao longo dos últimos sete anos.

Com vídeos divertidos e educativos, a página conta com mais de 40 milhões de inscritos.

5. Luccas Neto

Imaginação e criatividade. É com essas duas palavrinhas que o youtuber Luccas Neto conquistou o coração da criançada. O canal do influenciador contabiliza mais de 24 bilhões de visualizações.

Criada em 2014, a página tem incríveis 42,9 milhões de inscritos.

6. Marília Mendonça

A cantora faleceu em novembro de 2021, em um trágico acidente aéreo, mas suas músicas permanecem nas emissoras de rádio, no coração dos fãs e no canal do YouTube que já atraiu mais de 19 bilhões de visualizações.

Criada em 2013, a página oficial de Marília Mendonça tem nada menos que 26,4 milhões de inscritos, figurando na sexta colocação do top 10 nacional em audiência.

7. Spider Slack

Com as trapalhadas do Miranha brasileiro, o canal Spider Slack figura entre os 10 mais populares do YouTube no Brasil.

Criado em 2020, em meio à pandemia de Covid-19, o canal já acumula 18,9 bilhões de views e 33,8 milhões de inscritos. Um verdadeiro case de sucesso na plataforma de vídeos.

8. Mundo Bita

Já revelamos aqui no blog, em outra pesquisa, que os canais infantis “dominam” o YouTube. Isso é muito verdade. Mundo Bita é um excelente exemplo disso. A página de músicas para crianças conta com mais de 18 bilhões de visualizações.

Com 13,2 milhões de inscritos, o canal foi criado em 2011 e é, sem dúvidas, um dos mais populares do Brasil.

9. Felipe Neto

A família Neto leva o negócio a sério quando o assunto é YouTube. Felipe é irmão de Lucas e também faz muito sucesso na plataforma do Google. 

Com vídeos voltados para o entretenimento, o influenciador já conseguiu mais de 17 bilhões de visualizações, número que o coloca na 9ª posição no nosso ranking. 

Felipe Neto criou sua página em 2006, sendo um dos primeiros youtubers bem-sucedidos do Brasil. Atualmente, ele acumula 46,3 milhões de inscritos.

10. Henrique e Juliano

Fechando a lista, temos o canal da dupla sertaneja Henrique e Juliano, que soma soma mais de 16,3 bilhões de visualizações.

Criado em 2009, atualmente o canal deles conta com 15,9 milhões de seguidores, mostrando a força das páginas de música em termos de alcance no País.

Chegamos ao fim do ranking top 10 em audiência na plataforma, cujos dados foram pesquisados e tabulados pela B2Gether, empresa especializada em operações de câmbio e mass payments

Se você é youtuber, monetiza e recebe seus pagamentos pelo AdSense, conheça nossas soluções em câmbio para monetização e saiba como fazer seus ganhos renderem mais e como perder menos dinheiro com tarifas na conversão para o real. Temos um time de especialistas que atua nessa área e que está pronto para atender você.

Muitos youtubers perdem dinheiro no processo cambial e nem sabem. Não consultam o contrato de câmbio, não verificam as tarifas cobradas pelo banco e não se atentam ao Valor Efetivo Total (VET) da operação de câmbio antes de receber a remessa internacional do YouTube.

Confira o nosso artigo sobre como receber o dinheiro do YouTube com mais economia e segurança

Compartilhe este Conteúdo

Picture of B2Gether

B2Gether

Somos uma empresa especializada em operações de câmbio, com foco em mass payments, importação e exportação, remessas internacionais, compra de moeda estrangeira para turismo e monetização para criadores de conteúdo online.

Comentários