Business2Gether

Como comprar euro mais barato e online? Veja o passo a passo para economizar!

Imagem de pessoa contando notas de euro para ilustrar como comprar euro mais barato e online.

Para comprar euro de forma online e pagar mais barato, é necessário planejar a aquisição da moeda, consultar a cotação do câmbio diariamente e pesquisar as taxas praticadas em diferentes instituições que ofereçam atendimento digital

Como comprar euro mais barato e de forma online? Essa é uma das principais dúvidas de quem vai para a Europa e está planejando a viagem. Na verdade, a compra de euros é uma etapa fundamental do planejamento. Isso porque a moeda é oficial em 19 dos 27 países da União Europeia (UE).

Então, se você vai embarcar a trabalho ou a lazer para o Velho Continente e quer saber como economizar, continue a leitura.

Atuo há muito tempo com câmbio turismo e, com base na minha experiência e conhecimento, vou mostrar a você como é possível adquirir a moeda europeia sem sair de casa e ainda conseguir uma cotação mais vantajosa do câmbio e as melhores taxas do mercado.

Como comprar euro mais barato e online?

Indo direto ao ponto, é correto afirmar que, para comprar euro de forma online e pagar mais barato, é necessário planejar a aquisição da moeda, consultar a cotação do câmbio diariamente e pesquisar as taxas praticadas em diferentes instituições que oferecem atendimento digital. 

Veja o passo a passo para comprar euro mais barato e online:
  1. Planeje sua viagem para saber quantos euros vai precisar levar;
  2. Busque informações na mídia para acompanhar as variações cambiais;
  3. Pesquise as cotações, a taxa de câmbio e o Valor Efetivo Total (VET) em diferentes instituições financeiras;
  4. Negocie a compra de euros com empresas que oferecem atendimento digital;
  5. Compre euro aos poucos e não só de uma vez, para buscar o preço médio e se proteger contra as oscilações do mercado.

Vou detalhar mais sobre esses passos para você.

Planeje sua viagem

O planejamento é a etapa mais importante de qualquer viagem — seja ela a turismo ou a negócios. Digo isso por experiência própria, pois já precisei viajar a trabalho e também já tive o privilégio de ir ao exterior para passear.

No caso da viagem internacional, esse processo se torna ainda mais relevante, pois envolve mais questões burocráticas do que no turismo doméstico, como documentação (visto, passaporte etc.) e compra de moeda estrangeira.

Em relação à aquisição do euro especialmente, uma tarefa indispensável é incluir no planejamento da viagem o cálculo e a estimativa do valor que você vai precisar levar.

Elabore o seu roteiro, pesquise o preço médio dos passeios, da alimentação e do transporte para se locomover. Hoje, com a internet, essa tarefa ficou muito simples e acessível.

Com os valores anotados, você consegue estimar o quanto de euros vai precisar utilizar na viagem. Assim, você evita comprar quantidades muito superiores, tendo que vender depois com o preço menor do que comprou.

Busque informações na mídia sobre as variações cambiais

Outro passo importante para quem deseja pagar mais barato no euro é acompanhar o noticiário e se informar sobre as variações cambiais e os fatos que podem impactar a taxa de câmbio.

Pode parecer bobagem, mas um escândalo de corrupção, o aumento da inflação ou falas mal colocadas de governantes podem influenciar na debandada de investidores do Brasil e, consequentemente, na desvalorização do real frente ao euro.

Ficar de olho no noticiário é importante por isso. Você acaba tendo uma noção maior dos momentos que não são interessantes para fazer a aquisição da moeda e também consegue se informar sobre projeções de altas ou baixas.

E quando você compra o euro no “melhor” momento, ou seja, no instante em que a moeda está em queda em relação à nossa, o dinheiro rende mais para ser usado na viagem.

Embora essa economia seja na casa dos centavos, ela é importante e você sente o impacto na quantidade.

Pesquise as cotações e a taxa de câmbio em diferentes instituições

Nesse sentido, é necessário também consultar as cotações do euro, para você ter a referência da taxa do câmbio, isto é, do quanto a moeda europeia custa no Brasil.

Além da taxa cambial, é preciso pesquisar as demais tarifas que incidem sobre a aquisição do euro, como os impostos e o spread cobrado pela instituição financeira com a qual você escolheu negociar.

Isso mesmo. Sabe quando você pesquisa a cotação da moeda no Google? Saiba que você não vai pagar aquele valor que aparece na conversão. Ele serve apenas para você ter uma referência, mas há outros custos que incidem sobre a operação e que não são exibidos em uma busca simples.

Então, antes de comprar o euro, consulte o Valor Efetivo Total (VET) da operação de câmbio em diferentes instituições financeiras e escolha o mais vantajoso.

O VET representa o custo de uma operação cambial envolvendo o real e outra moeda estrangeira, a exemplo do euro. O valor considera todos os tributos, a taxa de câmbio e as tarifas embutidas na transação.

Mais uma observação: existem diferenças nos valores do euro comercial e do euro turismo. O segundo sempre é mais caro, pois demanda mais recursos administrativos e logísticos do que o primeiro, principalmente para o armazenamento e transporte do papel-moeda.

Negocie o euro com instituições que oferecem atendimento digital

Para quem tem o costume de acessar os serviços pelo celular, é bem mais prático, confortável e econômico comprar euro de forma online. Você pode fazer a cotação, negociar os valores e fechar a operação sem sair de casa.

Sabemos que muitas pessoas ainda preferem ir até as casas de câmbio para fazer a aquisição, mas essa prática não é mais necessária.

Basta procurar instituições que ofereçam o serviço e o atendimento pela internet.

Compre euro aos poucos

Depois de planejar sua viagem, calcular os gastos médios, saber o quanto de euros você precisa, além de pesquisar as cotações e taxas de câmbio em diferentes instituições financeiras e escolher a opção mais vantajosa, chegou a hora de comprar a moeda europeia.

Mas não faça a aquisição de uma vez só. Compre aos poucos, de modo fracionado, até o momento do embarque. Fazendo isso, você consegue pagar um valor médio na taxa cambial, aproveitando os momentos de baixa do euro e minimizando as perdas decorrentes das variações cambiais.

Qual é a melhor maneira de comprar euro?

Existem diferentes maneiras de comprar euro. Em geral, a aquisição da moeda europeia nas instituições financeiras brasileiras é feita principalmente na forma de dinheiro em espécie, cartão internacional pré-pago e cartão de crédito internacional.

Todas as opções oferecem vantagens e desvantagens. Minha recomendação, que vai ao encontro da opinião dos demais especialistas da B2Gether, é levar a moeda em espécie e cartão pré-pago. Vou apresentar os motivos abaixo e descrever brevemente cada opção.

Em espécie

Essa é a alternativa mais comum e barata de levar recursos ao exterior. Isso porque ainda existem muitos estabelecimentos que não aceitam cartões, além de as taxas serem menores. Nesse sentido, é muito importante ter dinheiro vivo na sua viagem à Europa.

Por outro lado, essa opção é a menos segura. Digo isso porque, em caso de roubo ou perda, por exemplo, não há como recuperar o ativo.

Com relação ao custo, no euro em espécie você paga a cotação da moeda, mais a taxa de 1,1% do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). A conversão é realizada no momento da compra.

Cartão internacional pré-pago

Em termos financeiros, o cartão pré-pago não vale muito a pena, pois as taxas são maiores do que as do dinheiro em espécie.

Mas muitos turistas optam por essa alternativa pela praticidade e segurança que ela oferece. Além disso, o cartão é muito útil em casos de emergência, quando acontece algo inesperado e falta dinheiro.

Nessa opção, o IOF para compras em euro é de 6,38% e o valor carregado fica congelado em termos cambiais. Ou seja, a taxa de câmbio fica travada conforme a cotação do dia da compra, não variando no decorrer da viagem.

Cartão de crédito internacional

Você está diante da alternativa menos vantajosa. Semelhante ao caso do pré-pago, o IOF para compras no cartão de crédito internacional é de 6,38%.

A grande diferença é que a taxa de câmbio é cobrada quando o cartão é utilizado. Isso significa que os valores em euro são convertidos para o real no momento da compra, o que pode gerar grandes sustos quando você receber a fatura, principalmente se o euro estiver em alta.

O cartão de crédito internacional é uma maneira a mais para se resguardar em caso de imprevistos em outro país, mas deve ser utilizado em última instância, pois o custo é muito alto.

Dinheiro em espécie x cartão pré-pago: qual é a melhor opção?

O dinheiro em espécie é mais barato e, se você prioriza economia, é a melhor opção. Mas a minha sugestão é que você leve uma quantia de euro em cartão pré-pago também, para situações como essa que acabamos de mencionar.

Onde comprar euro mais barato e online?

Você pode comprar euro mais barato e de forma online em instituições financeiras que trabalham com plataformas online, assim como em bancos e casas de câmbio que oferecem atendimento digital.

O Brasil está recheado de empresas autorizadas pelo Banco Central (BC) a fazer operações de câmbio. A maior parte delas oferece soluções cambiais de modo digital e permite que você compre euro sem precisar sair de casa.

Plataformas online

Em empresas que oferecem plataformas online para operações de câmbio, você pode comprar a moeda europeia pelo celular ou desktop e depois retirar o dinheiro presencialmente na loja.

Também é possível receber as notas em casa, no formato delivery (mas é preciso analisar se haverá taxas adicionais pelo serviço de entrega e se elas compensam em termos de economia).

Bancos e casas de câmbio

Os bancos tradicionais e os especializados em câmbio também contam com aplicativos e sites por meio dos quais é possível adquirir euro. O mesmo vale para as corretoras e as famosas casas de câmbio.

Para qualquer uma das opções, é crucial consultar as tarifas cobradas e verificar qual delas vale mais a pena. A chave para comprar euro mais barato é buscar o melhor momento para cotação e as menores tarifas que incidem sobre as operações cambiais.

E lembre-se sempre de verificar o VET, hein.

Evite comprar euro no aeroporto e viajar sem fazer o câmbio

Por fim, se você quer economizar e maximizar seu dinheiro para aproveitar melhor a viagem, evite comprar euro no aeroporto, porque as tarifas são mais altas e o custo da moeda fica muito mais caro do que já é.

Também não é interessante viajar sem fazer o câmbio, com a intenção de trocar o real pelo euro no país de destino. Essa opção é bastante onerosa e desfavorável.

Diga não ao mercado de câmbio paralelo

Em busca de pagar mais barato no euro, muitas pessoas recorrem ao mercado de câmbio paralelo. Mas destaco que essa possibilidade pode custar muito alto.

Operações cambiais paralelas são ilegais e por meio delas circulam recursos de crimes como lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e armas, contrabando, entre outros.

Além do mais, ao negociar euro paralelo, você pode cair em golpes e receber notas falsas. Enfim, o ideal é adquirir a moeda junto a instituições legalizadas e supervisionadas pelo BC.

Resumo de como dá para comprar euro pagando menos

O euro é uma moeda cara em relação ao real. Por isso, é muito importante buscar meios e práticas para economizar no ato da compra.

Neste artigo, você viu que, para encontrar uma cotação mais vantajosa do dinheiro europeu, é preciso:

  • Planejar a viagem com antecedência e estimar uma média de gastos para saber quanto euros precisa comprar;
  • Buscar informações na mídia para acompanhar as oscilações cambiais e analisar os fatos que podem desvalorizar o real frente à moeda europeia;
  • Pesquisar cotações e a taxa de câmbio em diferentes instituições financeiras, para comparar as opções e escolher a mais vantajosa (lembre-se sempre de verificar o VET do câmbio, e não apenas a cotação da moeda);
  • Negociar com instituições que oferecem atendimento digital para ter mais praticidade e comodidade;
  • Comprar euro aos poucos para minimizar as variações do mercado de câmbio e obter um valor médio.

 

Seguindo essas dicas, que também vale para a compra de dólar e outras moedas, você tem tudo para economizar no câmbio e contar com mais dinheiro para utilizar na viagem.

Compre euro mais barato com a B2Gether sem sair de casa

B2Gether é uma empresa 100% digital e especializada em intermediar operações de câmbio, incluindo a compra de euro e outras moedas estrangeiras com mais agilidade, segurança e economia.

Liderado por mim e minha sócia Janaina Assis (juntos, nós somamos mais de 20 anos no mercado de câmbio), nosso time de atendimento sempre busca as melhores taxas e condições para os clientes.

Temos parcerias estratégicas com diferentes instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central e conseguimos as melhores cotações e tarifas para aquisição de euro em espécie e cartão internacional pré-pago.

Se você vai viajar a trabalho ou a lazer para Europa e precisa comprar euro mais barato e online, entre em contato com a nossa equipe agora mesmo pelo WhatsApp (11) 99162-3813 e faça uma cotação sem compromisso.

Compartilhe este Conteúdo

Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Diego Zia

Diego Zia

Diego Zia é sócio-fundador e CEO da B2Gether, empresa especializada em operações de câmbio e mass payments. Com passagens por bancos de câmbio de renome no Brasil e no mundo, desenvolveu uma sólida carreira no mercado financeiro, com foco em transações cambiais para empresas e pessoas.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Abrir Whatsapp
1
Fale com um Especialista
Scan the code
Especialista B2Gether
Olá
Como podemos te ajudar?